ptnlenfrdees
nDm 10 | 28.fev.2022

nDm 10 | 28.fev.2022


A 10ª edição da newDATAmagazine foi publicada a 28 de fevereiro de 2022. > LER A REVISTA

 

MENSAGEM DA DIRETORA

O TEMPO urge…

Cada produto/serviço possui um tempo de vida limitado, passando, normalmente, por 4 fases que constituem o seu ciclo de vida – período que decorre desde a sua introdução no mercado até ser retirado do mesmo:

  • Introduction – é lançado no mercado e as vendas começam a aumentar lentamente a partir do zero;
  • Growth – as vendas aumentam de forma acentuada;
  • Maturity as vendas alcançam o seu pico e estabilizam;
  • Decline – as vendas começam a diminuir.

 

2022 02 28 diretora catarina rebocho 02 

Imagem 1 - Product Life Cycle. Fonte: TWI

Ter consciência da fase do ciclo de vida em que se encontra(m) o(s) seu(s) produto(s)/serviço(s) possibilita uma tomada de decisão sustentada e mais consciente no que toca à melhor estratégia a utilizar para que o(s) mesmo(s) se mantenha(m) ativo(s) no mercado – fases diferentes requerem estratégias diferentes.

Devido à globalização, à inovação tecnológica e às redes sociais, na sua generalidade, o ciclo de vida dos produtos/serviços está cada vez mais curto… O mesmo acontece com os ciclos de vida dos clientes, dos colaboradores e das organizações (encontrando-se estes interligados)…

Num mundo de hipercompetição, mudança permanente, instabilidade e imprevisibilidade, o tempo de resposta é crítico no que toca à sobrevivência das empresas! Sendo que é através dos projetos que as mesmas se movem, existe uma aposta cada vez maior em projetos com resultados/retornos/impactos mais rápidos (mesmo que o lucro não seja tão grande).

A prosperidade empresarial, no contexto económico, tecnológico e social atual (de dinâmica elevada), depende duma capacidade de renovação, recriação, reinvenção e inovação célere, estruturada e eficaz.

Se o tempo urge, a chave para manter uma posição competitiva e sustentável (para o SUCESSO) passa por um trabalho contínuo de antecipação, ou seja, passa por adotar uma ATITUDE PROATIVA ao invés de reativa! O que se pretende não é esperar que aconteça, mas, sim, fazer acontecer! Não é adaptar-se às mudanças, mas, sim, contribuir para que estas ocorram! Não é seguir tendências, mas, sim, definir novas tendências!

Estarão na liderança as organizações que souberem lidar com o ciclo de vida do(s) seu(s) produto(s)/serviço(s) de forma proativa!

Catarina Rebocho

LER ESTE ARTIGO NA REVISTA ONLINE

Diretor

Catarina Rebocho
Catarina Rebocho

Data Publicação

28 fevereiro 2022

Tags

Publicadas

logo rodape

Seja bem vindo(a) ao website da newDATAmagazine©!

Aqui concentramos toda a informação pertinente sobre a vida da nossa revista e damos visibilidade a todos os que connosco colaboram: Parceiros, Autores, Revisores, Anunciantes e Leitores.

Boas leituras!

Próxima Edição

newDATAmagazine® N.º21

Contacto

gestao @ newdatamagazine.com

(+351) 929.251.279

 (Chamada para rede móvel nacional)

  Projeto

  FAQ's

  Gestão e propriedade

  Produção

  Política de Privacidade